Seguro Empresarial sem medo: conheça as coberturas da American Life e tenha todos os benefícios na ponta da língua

Com o aumento de ações jurídicas por danos sofridos em compras ou por supostos serviços mal prestados, os empresários estão cada vez mais preocupados com os prejuízos que seus negócios podem sofrer. Nesse cenário, mitigar riscos deixa de ser uma opção e vira uma necessidade.

Por isso, pensar em formas de se precaver desses infortúnios se torna imprescindível e você, corretor, pode ajudar esses empreendedores e empresários com uma apólice de Seguro Empresarial.

Através do Seguro Empresarial, os proprietários de empresas podem se proteger de diversas eventualidades, inclusive com uma oferta de coberturas muito mais ampla do que se imagina.

É claro que o corretor de seguros, mais uma vez, precisa ter um conhecimento sólido e saber apresentar a solução ideal para resguardar todas as necessidades do seu cliente. Afinal, uma apólice de seguro mal contratada pode virar uma vilã do processo protecional.

Sendo assim, leia o artigo e veja como ajudar seu cliente!

Quem precisa do Seguro Empresarial?

É um erro imaginar que o seguro empresarial é mais procurado ou destinado apenas para as grandes empresas. O comum é oferecer esse tipo de seguro para complexos industriais, pois se enxerga ali uma grande exposição a todo tipo de risco. Contudo, qualquer empresa, independente do seu porte ou segmento de atuação, precisa planejar sua proteção financeira para uma série de situações e acontecimentos.

Como sabemos, se há risco, há demanda. Cabe a você, corretor, abordar esse potencial cliente, entender seu negócio e apresentar a solução adequada a cada situação. Focar em algum segmento de negócio com características particulares e pouco procurados pela concorrência pode ser um diferencial para alavancar os resultados da corretora. Alguns exemplos são:

Em cada um desses setores, as empresas apresentarão, basicamente, os mesmos tipos de preocupações. Assim, a cada cliente abordado, será necessário apenas alinhar alguns detalhes, como os valores das despesas fixas, por exemplo.

Um escritório simples, seja qual for o segmento de atuação, também precisa de um Seguro Empresarial. Sempre há preocupação com a estrutura física, com um roubo ou outro tipo de incidente. Quando o negócio é pequeno, qualquer prejuízo tem muito impacto no orçamento do cliente. Esses argumentos precisam ser apresentados para converter a venda.

Oportunidades no Seguro Empresarial

Como é possível perceber, alguns nichos de mercado poderão auxiliar o corretor a ganhar certa escala. Os setores citados acima são exemplos disso, uma vez que, em cada região, há vários estabelecimentos do mesmo segmento.

Como mencionado anteriormente, as necessidades de cada negócio, dentro de um mesmo segmento, tendem a ser parecidas. Assim, basta fazer uma consultoria completa e alinhada ao tipo de cliente, para depois replicar o conceito aos demais. Vai haver apenas a necessidade de ajustar o Valor em Risco e os valores individuais das coberturas.

Outro aspecto bastante comum atualmente está no fato de que algumas empresas oferecem a guarda de veículos ou serviço de estacionamento. Hospitais, shoppings, centros médicos, laboratórios e outros tipos de negócios que se caracterizam pelo grande fluxo de pessoas acabam precisando oferecer esse tipo de comodidade.

A maioria desses serviços é oferecida por pequenas empresas paralelas ao estabelecimento principal citado. Ou seja, estamos falando de pequenas e médias empresas que fazem essa prestação de serviço com um CNPJ próprio. Outros estabelecimentos possuem seu próprio estacionamento e tem sob sua responsabilidade esse risco.

Vale lembrar que é necessário que quem está à frente do estacionamento, seja um terceiro ou o próprio estabelecimento, tenha controle de entrada e saída dos veículos para comprovação na hora do sinistro. Nesses casos, é possível adicionar à apólice empresarial uma cláusula contra infortúnios ocorridos nesses locais. É importante conversar com o empresário sobre a cobertura de guarda de veículos contra terceiros, risco para o qual muitas seguradoras não têm aceitação.

Veja que você, corretor de seguros, pode fazer sua prospecção a partir de um nicho específico, mas também pode conseguir melhorar sua persuasão se atingir alguma dor mais específica do cliente. Às vezes, apresentar ao empresário ou empreendedor a necessidade de ter um Seguro Empresarial para proteger o seu negócio surtirá menos efeito do que mostrar que ele terá um grande prejuízo caso sua instituição sofra uma ação jurídica por parte de um consumidor do seu produto ou serviço.

Coberturas do Seguro Empresarial

Se você, corretor, tiver em mente que, por vezes, a cobertura isolada é mais importante que o Seguro Empresarial em si, você poderá ser mais assertivo no processo de persuasão. Assim, será possível atender à dor específica do cliente e ainda incrementar o processo de vendas de seguro em sua totalidade.

Há clientes, por exemplo, que têm mais necessidade da cobertura contra danos elétricos. Outros necessitam de um bom amparo contra roubo. Há os que estão mais expostos aos riscos jurídicos, incluídos nos diversos tipos de Responsabilidade Civil. Alguns clientes são extremamente preocupados com possíveis aluguéis que terão que pagar caso haja um sinistro na empresa, ou desejam o ressarcimento das despesas não previstas caso tenham que se instalar em novo local segurado.

Portanto, é importante saber que qualquer Seguro Empresarial tem como cobertura básica o incêndio, queda de raio e explosão, risco basicamente oriundo de fogo. No entanto, o vendaval, coberturas de RC e equipamentos eletrônicos também são bastante demandadas. Entenda-as e faça o melhor desenho para o cliente.

Diferenciais American Life no Seguro Empresarial

O Seguro Empresarial da American Life oferece vários diferenciais para quem quer abordar públicos específicos e demandas especializadas. Veja algumas situações:

Perceba que muitas dessas coberturas são específicas para alguns nichos, portanto, são sua maior dor. Se o profissional souber explorar essas oportunidades, haverá chances de conversão.

Aproprie-se desse conhecimento e busque as empresas que lidam com negócios que possam ser prejudicados pelas razões apontadas. É preciso conversar com o cliente e entendê-lo para então adequar o seguro correto à atividade da empresa e, dessa forma, evitar transtornos com o sinistro.

Fale com um representante e faça seu cadastro para conhecer os diferenciais da American Life!

A venda de seguros diferenciados como estratégia de competitividade

Não é de hoje que a venda de seguros é uma das áreas de grande competitividade e concorrência. Essa afirmação só é verdadeira, porém, quando olhamos para ramos mais populares, como o seguro auto e o seguro saúde. Ao voltarmos nossa atenção para ramos menos competitivos, como o do seguro de vida, há muitas oportunidades inexploradas pelos corretores de seguros. Isso abre espaço para uma atuação lucrativa.

Para alcançar resultados interessantes, é preciso, por parte do corretor de seguros, de planejamento e comprometimento voltados para a venda de seguros de vida de forma diferenciada. Assim, é possível atingir um público que hoje é extremamente inexplorado. Em outras palavras, o corretor que não diversificar a sua estratégia de venda de seguros pode sofrer os efeitos da alta competitividade do setor.

Não é raro, por exemplo, vermos corretores achatarem sua margem de comissão para não perder um negócio, quando a disputa é acirrada. Isso traz um impacto extremamente negativo para a gestão e administração da corretora de seguros. Com uma margem de comissão menor, o corretor vê o seu faturamento cair e suas despesas permanecerem no mesmo patamar. Dessa forma, acaba sendo necessária a redução das despesas, ato que provoca impactos na qualidade de atendimento ao cliente. Outra alternativa é diminuir o lucro, impactando diretamente em sua qualidade de vida.

Investir na venda de seguros que possuem uma concorrência menor significa poder praticar margens de comissão maiores e inverter os efeitos anteriormente mencionados. Com um faturamento maior, o corretor poderá escolher entre investir ainda mais na venda de seguros, criando um ciclo de aumento de produtividade, ou mesmo realizar retirada de lucros maiores, aumentando sua qualidade de vida pessoal e de sua família.

Fidelização de clientes através da venda de seguros diferenciados

Outro efeito muito benéfico para o corretor que investe na venda de seguros diferenciados ou de pouca concorrência é a fidelização do seu cliente.

Na maioria das corretoras, grande parte dos clientes possui um ou, no máximo, dois produtos contratados, sendo o seguro auto o preferido. Essa configuração de carteira acaba por criar um risco para o corretor de seguros, pois o cliente que possui apenas um negócio pode facilmente trocá-lo por outra corretora de seguros. 

É comum que o cliente realize diversos orçamentos no momento da renovação do seu seguro e busque um preço melhor. É nesse momento que muitos corretores acabam reduzindo drasticamente a sua comissão a fim de manter o cliente.

No entanto, quanto mais negócios o seu cliente tiver contratado com a sua empresa, menor a chance dele trocá-lo por outra corretora de seguros. Investir na venda de seguros diferenciados é uma forma de aumentar esse número de negócios por cliente, refletindo na fidelização do mesmo.

Seguros pouco ofertados pelos corretores

Estabelecido que a venda de seguros diferenciados é um ótimo caminho para fidelização e rentabilidade da sua carteira, resta saber quais seguros são pouco oferecidos, mas mantêm um forte apelo comercial e de convencimento do cliente. Vale lembrar que existem produtos no mercado que são pouco oferecidos, porém têm uma baixa aceitação do consumidor, o que os deixa com um público muito restrito e gera pouco resultado.

Por isso, a American Life pensou e elaborou produtos que agregam valor ao atendimento do corretor de seguros e possuem um público amplo, que tem interesse na contratação da proteção financeira e patrimonial, facilitando a conversão do prospect em negócios! Vamos conhecê-los?

Venda de seguros de vida para diabéticos?

Os diabéticos eram um dos públicos com mais problemas para contratação de seguro de vida, mas agora podem contar com um produto específico para suas necessidades e com uma análise parametrizada para suas particularidades.

Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, há, atualmente, no Brasil, mais de 13 milhões de pessoas vivendo com a diabetes (6,9% da população nacional). Com certeza, há alguns deles dentro da sua carteira de clientes. Que tal informá-los que existe um seguro de vida específico para eles e que agora será possível proteger suas famílias da perda de sua renda, seja por uma morte natural, seja por uma morte acidental?

Lembre-se que todas as pessoas afetadas por uma doença crônica já possuem um cuidado especial com sua saúde e um apurado senso de preservação da família, portanto, são pessoas que com certeza estarão prontas para entender a proposta de um seguro de vida.

Venda de seguro de vida para casais homoafetivos

Outro público muito negligenciado por diversos mercados, mas que tem ganhado uma grande relevância econômica em relação ao seu consumo de bens e serviços é o público LGTBQ+. Porém, ao tentar contratar uma apólice de seguro de vida, esse público se deparava com restrições técnicas em relação a compromissos financeiros compartilhados ou até mesmo indicação de beneficiários.

Mais uma vez, a American Life se dedicou a criar parâmetros específicos e um clausulado que garante a assistência para esse público contratar um seguro de vida de forma segura e completa!

Venda de seguro de vida para motofretistas

Com a explosão de aplicativos de delivery, aumentou também o número de profissionais dedicados ao motofrete.

Esses profissionais, antes excluídos pelo mercado de seguros, agora também podem contar com uma solução exclusiva da American Life.

Caso você não tenha clientes profissionais de motofrete, pode ser que já atenda uma empresa que utilize esse serviço. Ao proteger o funcionário do seu cliente, você também o está protegendo!

Venda de seguros de Diagnóstico de Câncer Infantil

Muitas vezes, diante de uma situação tão delicada quanto o diagnóstico de câncer infantil, a família não possui a renda necessária para arcar com exames, procedimentos ou mesmo deslocamentos para o tratamento.

A venda de seguros que cobrem o diagnóstico de câncer infantil é mais uma forma de mostrar um carinho e preocupação com seu cliente, aumentando sua fidelização e melhorando sua imagem de consultor perante ele.

Por fim, vale a máxima de que seu cliente precisa vê-lo como um verdadeiro consultor, trazendo até ele produtos que realmente façam sentido e que o protejam de forma completa.

Conheça os seguros que vão aumentar a sua competitividade nesse mercado tão disputado como o da venda de seguros!

Como vender seguros para a geração Y?

Já ouviu falar da geração Y ou dos millennials? Ou melhor, já tentou vender seguros para alguém dessa geração? Se a resposta for sim, com certeza você enfrentou alguns desafios bem diferentes do que estava acostumado a enfrentar ao vender seguros 20 ou 30 anos atrás, não é mesmo?

A geração Y é uma das mais disruptivas em relação às gerações anteriores e não é difícil entender por qual motivo eles representam um desafio tão grande para o mercado. Eles pensam diferente, agem diferente, exigem outro tipo de atendimento das empresas e ainda extrapolam os limites das características dos produtos. Eles exigem uma postura diferente da empresa escolhida para adquirir um produto ou serviço.

No entanto, uma realidade é irrefutável. Eles já representam e irão representar, por um bom tempo, uma grande parcela do mercado de consumo, ou seja, se a sua corretora ainda não entendeu como atender esse público, é hora de estudar e planejar para não ficar para trás e perder oportunidades para a concorrência.

Porém, para estabelecer uma boa estratégia e obter sucesso ao vender seguros para essa geração, é preciso primeiro entender suas características.

Afinal, quem é a geração Y?

Não existe consenso quanto à faixa de idade, mas a maioria das pessoas que possuem as características dessa geração são os nascidos entre os anos 1980 e o final do milênio.

Essa geração representa um desafio grande, pois vivenciou uma das maiores mudanças da humanidade: o acesso à internet. Eles viram nascer a rede mundial de computadores e a possibilidade de ter acesso a informações de qualquer parte do planeta, a qualquer momento.

É importante dizer que eles viveram a mudança e não nasceram quando a tecnologia estava a pleno vapor! Muitas dessas pessoas usavam a Internet discada, possuíram aparelhos celulares que não eram smartphones e falaram muito nos telefones públicos. No entanto, mesmo vivendo essa parte do início da Internet, elas se adaptaram e se acostumaram com a tecnologia, e agora exigem das empresas o que a tecnologia trouxe: conforto, velocidade e personalização.

A geração Y não está em busca de preço, não que ele não seja importante, mas está disposta a pagar um valor mais alto para adquirir um smartphone, por exemplo, se ele trouxer os benefícios que ela espera do aparelho e se ela se identificar com a empresa que oferece aquele bem.

Para vender seguros, será que esse consumidor age da mesma maneira?

Como vender seguros para a geração Y? Eis a questão!

Ok! Você já entendeu que a geração Y tem outros valores, outra velocidade e outras prioridades. Eles exigem tecnologia e comodidade, mas também estão dispostos a pagar por isso! Como usar esses argumentos para adaptar a sua oferta e vender seguros de maneira mais efetiva para esse público?

A grande verdade é que, embora toda a geração Y tenha um padrão de comportamento, esse é um grupo de pessoas com características individuais. Assim, continua valendo a máxima de que cada venda é uma venda e cada cliente tem suas particularidades. Por isso, não caia na armadilha de achar que com uma estratégia única você conseguirá atingir esse público tão grande de maneira que todos se encantem pela sua oferta.

Porém, alguns pontos podem ser utilizados para que você sinta se, durante a venda, seu cliente achou um produto oferecido atrativo.

Comece a vender seguros personalizáveis

Esqueça os padrões! A geração Y não se importa mais em ter aquilo que todos tinham desde sempre. Ela quer algo que se adapte exatamente às suas necessidades. Não existem padrões obrigatórios para essa geração. Isso significa que se o serviço ou produto puder ser customizado conforme as necessidades do consumidor, melhor será!

Por isso, vender seguros personalizáveis pode ser um grande trunfo com essa geração.

Busque oferecer seguros que permitam que o cliente ajude a moldar as coberturas e assistências. Trabalhe para que ele deixe a apólice exatamente como esperava: sem que atenda de forma excessiva ao seu risco e nem que atenda de forma insuficiente às suas demandas.

Ofereça produtos segmentados

Além de ter uma enorme necessidade de contratar produtos que atendam à sua demanda de forma quase que individual, o consumidor da geração Y também tem uma tendência a contratar serviços que tenham um público bem segmentado, do qual esse cliente seja integrante.

Grupos específicos de pessoas, com características que as unem, são grupos que se fortalecem quando estão próximos. Por isso, essas pessoas buscam fornecedores que os identifiquem, conheçam seus gostos e necessidades e os atendam de forma a reforçar essas características.

Um bom exemplo para vender seguros dessa forma são as apólices voltadas para o público homoafetivo.

Esse público normalmente se depara com barreiras técnicas na hora de contratar um seguro de vida, por exemplo, e se sente inseguro de indicar um parceiro como beneficiário na apólice.

Com um produto específico, estudado e adaptado para essas situações, o cliente se sente extremamente confortável em contratar uma apólice que ele sabe ter sido desenhada especificamente e considerando suas características e necessidades.

Melhor ainda, esse consumidor Y tende a confiar muito mais em indicações de amigos ou avaliações online, criando um círculo que pode render bons frutos para os corretores de seguros.

Foque em vender seguros que tragam comodidade

O consumidor da geração Y não se importa em pagar por comodidade. Um produto de enorme aceitação por esse público é o seguro residencial.

Com as assistências cada vez mais amplas, o cliente da American Life se sente confortável em saber que, caso seja necessário, ele terá o suporte de um profissional avalizado pela seguradora para realizar reparos em sua residência. Muitas vezes não se importam com o valor de uma apólice que tenha as assistências que ele julga importante.

Lembre-se que a geração Y é a que está hoje na faixa de maturidade profissional, ou seja, que está estável e com um salário confortável. Esse é o cliente que você precisa para alavancar a rentabilidade da sua corretora. Por isso, foque em produtos que atendam esse público, que são pouco ofertados pelos corretores, mas que têm alto potencial de vendas!

 

Corretor além da barganha: 4 dicas para fidelizar clientes de seguros

A comissão de corretagem tem se tornado o maior fator de barganha com o seu cliente? Saiba que essa pode ser uma das formas mais frágeis de fidelizar clientes de seguros e também uma das mais perigosas.

Se você usa a comissão para fechar negócios, ou seja, reduz a sua margem para conseguir o tão esperado “sim” do cliente, não se sinta um peixe fora d’água. Muitos corretores de seguros usam a mesma estratégia e sofrem com os mesmos problemas decorrentes da mesma.

Um desses problemas é a falsa ilusão sobre o percentual de desconto aplicado.

Se você estava trabalhando com um seguro com 20% de comissão e, após conversar com o cliente você decide reduzir essa margem para 15%, o que é muito normal nesse tipo de negociação, a impressão – do ponto de vista do cliente – é de que você concedeu um desconto razoavelmente baixo. Contudo, a redução da remuneração do corretor diminui mais de 25%! Isso mesmo, se antes a sua receita com esse negócio era de R$ 100, agora ficará próximo de R$ 70. Ou seja, um tremendo esforço e redução de remuneração para um pequeno desconto do ponto de vista do cliente.

Por isso, é preciso investir em outras formas para fidelizar clientes de seguros.

1. Fidelizar clientes de seguros é mais barato que conquistar um novo

Um dos melhores argumentos para que você invista em fidelizar clientes de seguros está no custo dessa ação. É muito mais barato fidelizar do que conquistar um cliente novo.

O cliente que já está com você atravessou todo o processo de compra e chegou à conclusão de que você era o melhor corretor de seguros para atendê-lo naquele momento. Convencê-lo a continuar pensando assim é muito mais fácil do que fazer com que um novo cliente o faça.

Quando estamos negociando com um novo cliente, ele não sabe como será o seu atendimento e aceita acreditar no que você está propondo. Quando você negocia com um cliente da sua carteira, no entanto, ele sabe como é o seu atendimento e a qualidade que pode esperar caso necessite do seu suporte durante a vigência da apólice.

2. Fidelizar clientes de seguros no momento do sinistro

Não tem oportunidade melhor para fidelizar clientes de seguros do que em um sinistro. Isso, porque é nesse momento que o seguro entrega o seu maior valor, principal motivo pelo qual o segurado optou por contratar a apólice, ou seja, o amparo financeiro em uma situação inesperada.

Nesse momento, o corretor deve demonstrar não só o conhecimento técnico, mas também outros valores que podem significar muito para o segurado.

Que tal entrar em contato com seu cliente e, antes de explicar para ele todo o procedimento do sinistro e toda a documentação que ele deve entregar, perguntar se ele e sua família estão bem? Se eles precisam de algo além da ajuda com o seguro? Perguntar como eles estão se sentindo?

Essas perguntas “fora da caixa” surpreendem o segurado e deixam a impressão de que, além de corretor de seguros, você também é uma pessoa próxima, um amigo disposto a ajudar em um momento difícil.

Quando falamos de seguros mais tradicionais, como o de automóvel e o de residência, um processo de sinistro pode ser algo burocrático e documental. No entanto, se pensarmos em outros ramos, como acidentes pessoais e vida, o sinistro é um momento extremamente delicado. Tornar o atendimento pessoal e acolhedor pode fazer toda a diferença.

Pergunte para o cliente se ele quer conversar sobre o ente querido que se foi. Isso pode tirá-lo do patamar de ‘simples prestador de serviços’ e transformá-lo em ‘alguém que realmente se importa com ele e com sua família’.

Além do investimento em fidelizar clientes de seguros, essas simples ações também tornam a relação entre as pessoas mais humanas e acolhedoras. Em um mundo tão inóspito e violento como o de hoje, contribuir para esse objetivo é uma causa nobre e engrandece toda a humanidade.

3. Fidelizar clientes de seguros através da venda consultiva

Outra excelente forma de fidelizar clientes de seguros é agregar técnica e conhecimento ao processo de venda. Você sabe o que isso significa e como funciona na prática?

Sabe quando você vai à concessionária de veículos e é atendido por aquele vendedor que, além de entender tudo de carros, ainda quer saber sobre o uso que você fará do veículo para fazer a melhor oferta, não só para a loja, mas principalmente para o seu perfil? Esse é um bom exemplo de uma venda consultiva.

Invista em conhecer os anseios e necessidades do seu cliente e utilize essas informações para entregar a ele os melhores e mais adequados produtos disponíveis no mercado.

Lembre-se que, muitas vezes, seu cliente não sabe do que precisa. Então, conhecer produtos diferenciados faz toda a diferença para fidelizar clientes de seguros.

4. Fidelizar clientes de seguros através do cross selling

Muito provavelmente você já ouviu falar da técnica de venda cross selling. Você sabe como ela funciona e qual o seu impacto para fidelizar clientes de seguros?

Fazer cross selling significa vender outros produtos do seu portfólio para um cliente que já tem uma apólice contratada com você. Um exemplo dessa técnica é oferecer para o seu cliente de seguro auto uma apólice de acidentes pessoais.

As vantagens do cross selling são inúmeras. Uma delas é a valorização do corretor de seguros como um verdadeiro especialista em produtos securitários. O cliente tem a sensação e percepção de que está realmente amparado por um profissional que conhece os produtos do mercado. Essa confiança ajuda a fidelizar os clientes de seguros, que pensarão duas vezes antes de trocar de corretor de seguros.

Fidelizar clientes de seguros não é uma tarefa fácil, mas as dicas acima podem torná-la mais eficaz. Vale lembrar que cada público tem uma necessidade e é importante conhecê-las para adequar a sua oferta.

Que tal começar com um dos públicos que mais compra seguros? Saiba como vender seguros para a geração Y!

American Life estima manter crescimento de 20% em 2020

Levar opções de seguros inovadores e atender nichos específicos do mercado é o diferencial da American Life, seguradora brasileira com mais de 25 anos de mercado. Com crescimento de 20% em 2019, na comparação com o ano anterior, a American Life segue trabalhando, não apenas para atender aos potenciais segurados, mas para gerar facilidades aos corretores de seguros, que seguem sendo parceiros fundamentais da seguradora.

De acordo com Francisco de Assis Fernandes, diretor comercial da companhia, a American Life espera que 2020 também seja ainda mais promissor e estima crescimento de 20% neste ano. As linhas de maior crescimento em 2019 foram Seguro Responsabilidade Civil Ônibus, Viagem e Garantia. Para manter o crescimento, além desses, a American Life deve lançar novas linhas de produtos, seguirá levando seguros personalizados ao mercado, que atendam adequadamente as necessidades de nichos específicos. Também continuará fortalecendo sua rede de representantes, além de colocar novas opções de seguros à disposição do mercado.

Via Revista Segurador Brasil

#Alseg na mídia – Matéria Band News

Metro Jornal -Brasileiros Contratam mais seguro de vida

Busca por modalidade individual registrou um crescimento de 69% até setembro deste ano.

Consumidor deve considerar coberturas e valores que cabem no orçamento.

O mercado de seguros de vida cresceu 19,3% em relação ao ano passado. No total, o mercado contabilizou R$13,07 milhões em prêmios ( valor pago pelos clientes para contratar as coberturas) entre janeiro e setembro segundo a FenaPrevi( Federação Nacional de Previdência Privada e Vida).

A expansão é puxada pelos seguros de vida individual, que registraram um salto de 68,86% no período. Uma pesquisa do Ibope, em parceiro a Prudential aponta que apenas 15% dos brasileiros tem um seguro de vida, seja individual ou em grupo. Segundo o levantamento 20% desejam adquirir um seguros nos próximos 12 meses. Entre os jovens de 16 a 24 anos, o interesse sobe para 31%. ” Aos poucos os brasileiros estão pensando no seu futuro, nas opções de proteções financeiras e nos riscos a que estão expostos” afirma Aura Rebelo, vice presidente de marketing da seguradora. Segundo Francisco de Assis Fernandes, diretor comercial da American Life, um seguro de vida pode custar R$1,00 ao mês por cada R$1.000 de capital segurado para a morte. ” O ingrediente que determina o preço do seguro é a idade do proponente na data da contratação. diz.

O seguro de vida é importante para quem tem dependentes, mas como ele também pode cobrir casos de invalidez, o próprio segurado se proa da sua incapacidade de gerar renda. ” Também é ideal par quem tem dividas e não quer deixar este encargo aos familiares, por exemplo”, completa.

Outras coberturas podem ser adicionadas ao seguro de vida, como indenização especial por morte por acidente, invalidez permanente total ou parcial, suporte funeral incapacidade temporária, entre outros. ” É importante entender quais as despesas que poem ser cobertas e os valores das despesas que fazem sentido e caibam no seu bolso”, afirma Silvio Paixão, professos da Faculdade Fipecafi. A decisão depende de critério individuais relacionados à renda disponível, prêmio e valor de apólice e quantidade de beneficiários.
“Caso o segurado possua outros instrumentos que comporem renda à familiar na ocorrência de sinistro, é importante avaliar o montante segurado”, diz professor da FGV Gilvan Candido.
Ele acrescenta que é pre ficar atento para os sinistros não contemplados na apólice que , em geral, são listados nas condições gerais do seguro contrato.

Como proteger quem mais corre riscos no trânsito: conheça o Seguro Motofrete da American Life

Dos meios de transporte, a moto é um dos mais arriscados. Isto porque, o motorista fica completamente exposto a qualquer risco externo, pois não há proteção alguma, com exceção do capacete. Para auxiliar nesse tipo de problema, a American Life oferece o Seguro Motofrete.

Como o risco da atividade é grande, o mercado como um todo não tem apetite para proteger essa categoria profissional através de uma apólice. No entanto, a American Life, através do Seguro Motofrete, avalia esse público de forma diferente e tem à sua disposição um produto voltado somente para essa demanda.

Veja como o corretor de seguros pode se beneficiar com o Seguro Motofrete da American Life!

Motofretistas e seus riscos

Algum cliente já deve tê-lo procurado para fazer seguro para motofrete. Provavelmente ele não encontrou quem quisesse assegurar esse tipo de risco ou você teve muita dificuldade de achar algo que pudesse atender seu cliente.

Isso acontece porque os riscos desse público são altos e recorrentes, quase previsíveis se avaliarmos as estatísticas. Qualquer queda simples ou colisão já implica, na maioria das vezes, em ocorrências sérias, justamente pelo fato do motorista ficar 100% exposto. Os acidentes mais sérios comumente nos remetem à invalidez e até mesmo à morte.

Um bom seguro de vida nesse tipo de situação ajudará o próprio fretista e também sua família, que depende do rendimento da atividade que ele exerce. O Seguro Motofrete da American Life foi criado justamente para tais situações.

Oportunidades para o Seguro Motofrete

Levando em consideração o que abordamos acima, é simples imaginar que temos um público enorme a ser trabalhado. Os capitais segurados tendem a serem mais baixos em relação a outros tipos de profissões, mas o prêmio do seguro pode ser maior em virtude do risco envolvido. No entanto, é possível fazer escala nesse caso, tendo em vista a quantidade de estabelecimentos que requerem esse tipo de profissional para fazer as chamadas entregas “delivery” ou entregas rápidas. Isso já é motivo para contratar o seguro motofrete da American Life.

Ainda há grupos organizados de motofretistas que, na maioria das vezes, têm a exigência de adquirir um Seguro de Vida como precaução. No entanto, se o seguro não for obrigação, você pode oferecer o Seguro Motofrete da American Life e explicar as vantagens de estar protegido por um produto como esse.

Além disso, com a entrada de diversos aplicativos, há, pelo menos, uma pessoa exercendo essa atividade nos restaurantes. Outra forma de chegar a esse público-alvo são as distribuidoras de gás e água, presentes praticamente em todos os bairros. Ou seja, tem mais gente trabalhando como motofretista do que imaginamos. Por isso, use o seguro específico a seu favor.

Seguro Motofrete da American Life

Uma das maiores dificuldades do mercado desse tipo de profissão é justamente encontrar cobertura de proteção, principalmente através de um seguro de vida. As estatísticas de acidentes envolvendo moto no trânsito são elevadas, o que mostra a importância de proteger-se de uma invalidez ou morte acidental. A primeira auxilia o motofretista a recompor-se e a segunda dá um alento para a família.

No Seguro Motofrete da American Life você tem à disposição justamente essas preocupações no seguro de vida. Isso traz muita segurança para o motorista e sua família. O seguro ainda compreende um auxílio funeral, despesa para o qual ninguém guarda recursos.

Vale ressaltar que a cobertura de invalidez por acidente faz uma grande diferença na vida de uma pessoa, pois o segurado pode ter direito a uma indenização proporcional em caso de acidente coberto. Um exemplo disso é a “fratura não consolidada de um dos segmentos rádio-ulnares” que representa 30% do valor contratado. Esse tipo de lesão é muito comum em acidentes de trânsito envolvendo moto e está amparada pelo seguro. 

Diferenciais da American Life

Como já vimos, a seguradora com o produto Motofrete saiu na frente oferecendo proteção para esse público, tanto na aceitação quanto na abrangência de coberturas a serem oferecidas. 

O destaque vai para a cobertura de verba rescisória na qual até mesmo o empregador tem um alento. Caso ocorra a morte do motofretista, ele receberá um valor para fazer frente às despesas que tiver com a rescisão desse empregado. Tudo isso no seguro de motofrete da American Life.

Não dá para ficar fora de um mercado que já existe, tem riscos iminentes e ao mesmo tempo possui seguro à disposição. Mapeie sua carteira, faça uma lista de estabelecimentos da sua cidade que tenham esse tipo de função e ofereça! 

Para mais informações, fale com um de nossos representantes ou faça seu cadastro!